24 de mai de 2013

Pátria celestial...


Pátria celestial


Certa tarde, durante o Ensino Médio, minha melhor amiga e eu pegamos dois cavalos para passearmos. Lentamente, atravessamos campos de flores silvestres e bosques. Mas, quando direcionamos os cavalos para o estábulo, eles dispararam para casa como dois foguetes. Nossos amigos equinos sabiam que era hora de jantar e de uma boa escovada, e estavam ansiosos por isso.
Como cristãos, nossa verdadeira casa é o céu (Filipenses 3:20). Mesmo assim, às vezes, nossos desejos nos amarram ao aqui e agora. Desfrutamos os bons presentes de Deus — casamento, filhos, netos, viagens, carreiras, amigos. Ao mesmo tempo, a Bíblia nos desafia a focarmos “…nas coisas lá do alto…” (Colossenses 3:1-2). As coisas lá do alto podem incluir os benefícios invisíveis do céu: presença permanente de Deus (Apocalipse 22:3-5), repouso eterno (Hebreus 4:9) e herança incorruptível (1 Pedro 1:4).
Recentemente, li: “Os cristãos desejam a herança celestial; e, quanto maior é a fé, mais fervoroso [é o desejo].” Vários fiéis do Antigo Testamento mencionados em Hebreus 11 tinham grande fé em Deus, que os capacitou a aceitar Suas promessas antes de recebê-las (v.13). Uma dessas promessas era o céu. Se depositarmos a nossa fé em Deus, Ele nos fará desejar aquela “pátria celestial” (v.16) e nos fará ter desapego por este mundo.
Para o cristão, a palavra céu se escreve L-A-R.

Nenhum comentário: