22 de ago de 2016

Viver no amor

Viver no amor
Leia: Salmo 112 | A Bíblia em um ano: Salmos 110–112
1 Coríntios 5
Ao justo, nasce luz nas trevas; ele é benigno, misericordioso e justo. —Salmo 112:4
No país africano onde vive minha amiga Roxanne, a água é um bem precioso. As pessoas geralmente viajam longas distâncias para buscá-la em riachos contaminados — trazendo doença e morte. É difícil para organizações como orfanatos e igrejas servirem as pessoas porque falta água. Mas isto está começando a mudar.
Por meio da liderança de Roxanne e doações altruístas de algumas pessoas amorosas da igreja, poços de água limpa têm sido cavados. Ao menos seis novos poços estão em operação, permitindo que as igrejas sejam centros de esperança e encorajamento. Também será possível abrir um posto de saúde e um lar para 700 órfãos por causa do acesso à água.
Este é o tipo de amor que pode fluir dos que creem em Cristo, quando experimentam o amor e generosidade de Deus. O apóstolo Paulo afirma no livro de 1 Coríntios 13 que se não tivermos amor, nossas vozes tinirão nos ouvidos das pessoas e nossa fé não significará nada. E o apóstolo João disse que se tivermos bens materiais, percebermos a necessidade de outros e agirmos, isto é evidência de que o amor de Deus habita em nós (1 João 3:16).
Deus deseja que nos compadeçamos (Salmo 112:5) com os que têm necessidade, pois Seu coração se compadece de nós.
A bondade é o cristianismo pronto para o trabalho.

20 de ago de 2016

Nosso fundamento

Nosso fundamento
Leia: 1 Coríntios 3:1-11 | A Bíblia em um ano: Salmos 105–106
1 Coríntios 3
Porque ninguém pode lançar outro fundamento, além do que foi posto, o qual é Jesus Cristo. —1 Coríntios 3:11
A cidade de Nördlingen, na Alemanha, é única. Ela está localizada em meio à cratera Ries, uma depressão causada pelo impacto de um enorme meteorito há muito tempo. A imensa pressão do choque resultou em incomuns rochas cristalizadas e milhões de diamantes microscópicos. No século 13, estas pedras salpicadas foram usadas na construção da igreja de São Jorge. Os visitantes podem ver os belos depósitos de cristal em sua fundação e paredes. Alguns podem até dizer que a igreja tem uma fundação celestial.
A Bíblia relata sobre um diferente tipo de fundamento celestial. O Senhor Jesus veio dos céus para o nosso mundo (João 3:13). Ao voltar ao céu após Sua morte e ressurreição, deixou Seus seguidores, que se tornaram “o templo vivo” de Deus, do qual Ele é o fundamento. O apóstolo Paulo afirma: “Porque ninguém pode lançar outro fundamento, além do que foi posto, o qual é Jesus Cristo” (1 Coríntios 3:11).
A igreja de Nördlingen é construída sob uma fundação de pedaços de rocha do céu físico. Mas a igreja espiritual — todos os que creem em Jesus — está fundamentada no maior fundamento celestial, Jesus Cristo (Isaías 28:16; 1 Coríntios 10:3,4). Louve a Deus, pois por Jesus a nossa salvação está garantida.
Cristo, a Rocha, é a nossa esperança certa.

19 de ago de 2016

Seguindo o Mestre

Seguindo o Mestre
Leia: Números 9:15-23 | A Bíblia em um ano: Salmos 103–104
1 Coríntios 2
Segundo o mandado do Senhor, se acampavam e, segundo o mandado do Senhor, se punham em marcha… —Números 9:23
Em uma exibição de cães perto de minha casa, assisti a performance de um cão da raça Welsh Corgi, chamado Trevor. Ao comando de seu dono, ele corria muitos metros e imediatamente retornava, pulava cercas e identificava objetos pelo faro. Depois de terminar cada exercício, sentava-se aos pés do dono e esperava por mais instruções.
A atenção deste cachorro aos comandos de seu mestre me lembrou da devoção que Deus desejava de Seu povo ao segui-lo pelo deserto. O Senhor os guiou de modo único. Sua presença aparecia em forma de nuvem. Se ela subisse, Ele queria que Seu povo mudasse para outra área. Se a nuvem descesse, deveriam permanecer no lugar. “Segundo o mandado do Senhor, se acampavam e, segundo o mandado do Senhor, se punham em marcha…” (Números 9:23). Os israelitas seguiam esse comando dia e noite, não importando quanto tempo deveriam permanecer em cada lugar.
Deus não estava simplesmente testando os israelitas. Ele os estava guiando à Terra Prometida (10:29). Ele queria leva-los a um lugar melhor. O mesmo acontece conosco quando o Senhor nos pede para segui-lo. Ele quer nos guiar a uma comunhão mais íntima com Ele. Sua Palavra nos assegura de que Ele é amoroso e fiel ao guiar aqueles que humildemente o seguem.
Deus pede a Seus filhos que sigam o Líder.

18 de ago de 2016

Acreditar
Leia: Apocalipse 22:12-21 | A Bíblia em um ano: Salmos 100–102
1 Coríntios 1
…Certamente, venho sem demora… —Apocalipse 22:20
Em um campo de prisioneiros na Alemanha durante a Segunda Guerra Mundial, alguns americanos, escondidos dos guardas, montaram uma rádio caseira. Um dia surgiu a notícia que o alto comando alemão havia se rendido, acabando a guerra. Por uma falha de comunicação, porém, os guardas ainda não sabiam da novidade. Quando a notícia se espalhou entre os prisioneiros, uma grande celebração aconteceu. Durante três dias eles cantaram, acenaram para os guardas e fizeram piadas durante as refeições. No quarto dia, ao acordar, descobriram que os alemães tinham fugido. Sua espera tinha chegado ao fim.
Uma série de histórias da Bíblia se refere à espera: Abraão esperando por um filho (Gênesis 12–21). Os israelitas esperando por libertação. Profetas esperando pelo cumprimento de suas próprias previsões. Os discípulos esperando por Jesus agir como o poderoso Messias tão aguardado. As palavras finais de Jesus no encerramento do livro do Apocalipse são “…Certamente, venho sem demora”, seguido por uma urgente oração, “Amém! Vem, Senhor Jesus!” (22:20). Nós ainda esperamos por isso.
A pergunta que me faço é: Enquanto esperamos, por que somos tantas vezes temerosos e ansiosos? Podemos, como os prisioneiros, agir de acordo com as boas-novas que dizemos crer. O que é fé em Deus afinal, senão acreditar antes no que somente terá sentido no porvir?
Esperar prova a nossa fé, de forma que esperamos na esperança.