12 de jun de 2012

INSTRUMENTO DE BÊNÇÃO


Terça, 12 de junho de 2012

INSTRUMENTO DE BÊNÇÃO



“...estivesse diante do profeta que está em Samaria; 
ele o restauraria da sua lepra.” 
2Rs 5.3

A vida dessa menina é narrada em três versículos e a Bíblia omite mais detalhes. Não há menção de nome, idade ou referências à personalidade dela. O que se sabe é que ela era uma jovem de Israel, levada cativa para a Síria como escrava da mulher de Naamã, comandante do exército. Aparentemente, alguém com motivos de sobra para alimentar ódio dentro de si. Todavia, a menina foi instrumento de Deus para mudar radicalmente a vida do homem responsável por subjugar o seu povo (2Rs 5.1). Militar de carreira, Naamã era herói da guerra, porém leproso, uma doença incurável na época. Foi ela quem falou sobre Eliseu, o profeta de Deus, como alguém capaz de apontar a cura da doença de Naamã.

Uma jovem que decidiu deixar lindas marcas na vida das pessoas ao invés de se lamentar pelas tristes marcas que lhe foram deixadas. Quis ser instrumento de bênção, não recipiente de amargura e rancor. Decidiu pagar o mal com o bem. Preferiu dar amor a retribuir com vingança. A menina ofereceu o que Naamã precisava e não o que merecia.

ORE


Senhor, usa-me como instrumento de bênção na vida de outras pessoas. Quero aproveitar os meus dias para apontar o caminho da salvação a quem quer que seja. Em nome de Jesus. Amém.


“...estivesse diante do profeta que está em Samaria; 
ele o restauraria da sua lepra.” 
2Rs 5.3

A vida dessa menina é narrada em três versículos e a Bíblia omite mais detalhes. Não há menção de nome, idade ou referências à personalidade dela. O que se sabe é que ela era uma jovem de Israel, levada cativa para a Síria como escrava da mulher de Naamã, comandante do exército. Aparentemente, alguém com motivos de sobra para alimentar ódio dentro de si. Todavia, a menina foi instrumento de Deus para mudar radicalmente a vida do homem responsável por subjugar o seu povo (2Rs 5.1). Militar de carreira, Naamã era herói da guerra, porém leproso, uma doença incurável na época. Foi ela quem falou sobre Eliseu, o profeta de Deus, como alguém capaz de apontar a cura da doença de Naamã.

Uma jovem que decidiu deixar lindas marcas na vida das pessoas ao invés de se lamentar pelas tristes marcas que lhe foram deixadas. Quis ser instrumento de bênção, não recipiente de amargura e rancor. Decidiu pagar o mal com o bem. Preferiu dar amor a retribuir com vingança. A menina ofereceu o que Naamã precisava e não o que merecia.

ORE


Senhor, usa-me como instrumento de bênção na vida de outras pessoas. Quero aproveitar os meus dias para apontar o caminho da salvação a quem quer que seja. Em nome de Jesus. Amém.

Carinho e Amor.
Fernanda A. Ferreira

Nenhum comentário: