14 de jun de 2012


14 de junho de 2012

O cordeiro que é leão

C. P. Hia
Apocalipse 5:1-12
…para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho […] e toda língua confesse que Jesus Cristo é Senhor. —Filipenses 2:10-11
Salmos 61–63
No livro de Apocalipse 5, o apóstolo João retrata Jesus, o Leão de Judá (v.5), como um cordeiro ferido (v.6). Ao mencionar essa figura descritiva, o pregador Charles Spurgeon perguntou: “Por que nosso exaltado Senhor deveria aparecer em glória com Suas chagas?” E ele mesmo respondeu: “As chagas de Jesus são Sua glória.”
O símbolo de um cordeiro não representa, tipicamente, poder e vitória. A maioria das pessoas prefere símbolos de força que as convidem à admiração. No entanto, Deus escolheu ser encarnado como um bebê, parte do lar de um pobre carpinteiro. Ele viveu como pregador itinerante e morreu “…como cordeiro foi levado ao matadouro…” (Isaías 53:7) em uma cruz romana. Todos, incluindo Seus discípulos, pensaram que Sua crucificação significava o fim do único que havia ousado desafiar a ordem religiosa estabelecida de Seus dias. Mas quando Jesus Cristo ressuscitou, Ele demonstrou de maneira poderosa o incomparável poder e a glória de Deus.
Está chegando o dia em que Jesus retornará em glória para governar o que lhe é de direito. Nesse dia, todos se curvarão diante dele e dirão: “…Digno é o Cordeiro que foi morto de receber o poder, e riqueza, e sabedoria, e força, e honra, e glória, e louvor. ” (Apocalipse 5:12). Jesus, o cordeiro que também é o leão, merece nosso louvor!
Para honrar nosso Rei, cantamos Seus louvores.
CARINHO E AMOR
FERNANDA

Nenhum comentário: