27 de abr de 2012

EU? CULPADO? DE JEITO ALGUM!


Sexta-feira 27 Abril







Então disse Adão: A mulher que me deste por companheira, ela me deu da árvore, e comi


(Gênesis 3:12).


EU? CULPADO? DE JEITO ALGUM!


Deus perguntou a Adão: “Comeste tu da árvore de que te ordenei que não comesses?” (v. 11). A resposta de Adão nos mostra que o pecado nos torna covardes. Ele deveria simplesmente ter dito: “Deus, fiz a pior coisa que podia ter feito: comi da árvore em vez de obedecer ao Teu mandamento. Como posso consertar as coisas?”


Adão falou algo totalmente diferente, algo que transparece o caráter desprezível e maligno do pecado: a acusação. Adão colocou a culpa parte em Deus, parte em Eva. Ele havia ficado feliz em receber sua esposa das mãos de Deus, e como ele se alegrou quando a viu! Então, como poderia agora exclamar: “A mulher que me deste…?” Que temeridade!


Com que freqüência ousamos colocar a culpa de nossos erros em outras pessoas? Isso é um recurso muito usado. E que desaforo as criaturas demonstram para com Deus quando afirmam: “Se Ele não tivesse permitido… Ele quis!” Esse fato é bastante comum em especial entre cônjuges, familiares e colegas de trabalho. Nunca somos os culpados, pelo menos não sozinhos!


Tal prática é pecado. E o que dizer quando culpamos a Deus? Somente podemos nos livrar disso confessando esse pecado a Deus. Ele perdoa os que admitem seus erros, os confessam com sinceridade e aceitam o perdão oferecido na cruz pela obra de Seu filho, Jesus Cristo.


Carinho e Amor
Fernanda.
Fonte: http://www.apaz.com.br/todo_dia.htm

Um comentário:

Regina Aguiar disse...

Bom dia amiga,passando para uma visitinha nesse blog que edifica e nos leva refletir nas atitudes,sempre dou o exemplo de Saul,na igreja ,tem pessoas que nunca assume seu erro ele nunca peca e sempre diz foi por causa disso ou daquilo ela peca porque alguém falhou com ela ...Deus te abençoe,com carinho de Regina Aguiar.