30 de ago de 2010

Linguagem Comum



Durante a viagem missionária de primavera para ministrar na Jamaica, os alunos do colegial visitaram um lar para adolescentes problemáticos que haviam infringido a lei ou cujas famílias não podiam controlá-los.

Essa não era uma situação confortável para os garotos de qualquer das duas culturas. O que diriam? Como iriam se comunicar?

Não levou muito tempo para que ficássemos sabendo. Minutos depois de chegarem, começou um jogo de futebol em que alguns dos estudantes americanos jogaram com alguns adolescentes jamaicanos em animada competição.

O jogo de futebol foi um maravilhoso quebra-gelo, pois os garotos foram chutando bola, e conheceram-se uns ao outros. Após o jogo, a conversação ficou mais fácil, e as amizades foram surgindo mais facilmente, por terem um interesse em comum.

Em Atos 17, o apóstolo Paulo demonstrou como atravessar barreiras e estabelecer diálogos. Ele falou com os habitantes de Atenas sobre algo de interesse comum — adoração. De maneira semelhante, podemos usar os esportes para falar com um colega no trabalho, ou uma conversa no jardim, para falar com um vizinho. As possibilidades são intermináveis.

Para alcançar pessoas que necessitam ouvir a respeito do amor de Deus, procure uma linguagem comum — e observe como as barreiras caem.

O amor de Deus pode derrubar barreiras.

Carinho e amor

Fernanda

Fonte:http://ministeriosrbc.org/2010/08/30/linguagem-comum/

Nenhum comentário: