28 de mar de 2016

Esperando...

http://paodiario.org/2016/03/28/esperando-3/

Regozijai-vos na esperança, sede pacientes na tribulação, na oração, perseverantes. —Romanos 12:12
Dia após dia, durante anos, Henrique compartilhou com o Senhor sua preocupação com seu genro João, que havia se afastado de Deus. Mas, então, Henrique morreu. Poucos meses depois, João voltou para Deus. Quando sua sogra disse-lhe que Henrique tinha orado por ele todos os dias, João respondeu: “Esperei demais”. Mas, com alegria, ela compartilhou: “O Senhor continua respondendo às orações que Henrique fez durante sua vida terrena.”
Essa história é um incentivo para nós, que oramos e esperamos. Ele continuou perseverante em oração e esperou pacientemente (Romanos 12:12).
O autor do Salmo 130 vivenciou a espera em oração. Ele disse: “Aguardo o Senhor, a minha alma o aguarda…” (v.5). Ele encontrou esperança em Deus porque sabia que “…no Senhor há misericórdia; nele, copiosa redenção” (v.7).
O escritor Samuel Enyia escreveu sobre o tempo de Deus: “Deus não depende do nosso tempo. Nosso tempo é cronológico e linear, mas Deus … é eterno. Ele atuará na plenitude do Seu tempo. Nossa oração … poderá não necessariamente fazer Deus entrar em ação, mas … nos coloca diante dele em comunhão”.
Que privilégio podermos ter comunhão com Deus em oração e esperarmos pela resposta na plenitude do Seu tempo.
Deus pode demorar para atender o nosso pedido, mas nunca decepcionará nossa confiança.
Abraço. Fernanda Abreu

Tudo posso naquele que me fortalece...

Tudo posso naquele que me fortalece

“...tudo posso naquele que me fortalece” (Filipenses 4.13).
É muito fácil entender mal um versículo assim. O lemos e imediatamente pensamos em centenas de coisas que não conseguimos fazer. No mundo físico, por exemplo, pensamos em alguma acrobacia ridícula que exigiria poderes sobre-humanos. Ou pensamos em alguma grande proeza mental que está muito além de nós. Então estas palavras se tornam uma tortura para nós, ao invés de um conforto.
O que o versículo na verdade quer dizer, claro, é que o Senhor nos dará poder para fazer qualquer coisa que Ele queira que façamos. Dentro do círculo da Sua vontade não há impossibilidades.
Pedro sabia deste segredo. Ele sabia que, por si só, não poderia andar sobre as águas. Porém, também sabia que se o Senhor lhe havia dito para fazê-lo, ele conseguiria. Assim que Jesus disse “Venha”, Pedro saiu do barco e caminhou sobre as águas até Ele.
Normalmente uma montanha não vai se lançar ao mar ao meu comando. No entanto, se esta montanha estiver entre mim e o cumprimento da vontade de Deus, então posso dizer “Saia do caminho” e ela o fará.
O ponto central é que “Sua vontade é Sua capacidade”. Portanto, Ele proverá a força para enfrentarmos qualquer desafio. Ele me capacitará para resistir a cada tentação e vencer cada hábito. Ele me fortalecerá para ter uma vida de pensamentos limpos, motivos puros e para sempre fazer aquilo que agrada ao Seu coração.
Se não tenho forças para fazer algo, se me vejo ameaçado por um colapso físico, mental ou emocional, então eu talvez deva questionar-me se por acaso entendi mal Sua vontade e estou seguindo meus próprios desejos. É possível fazer para Deus o que não é de Deus. Tais obras não carregam a promessa do Seu poder.
Por isso é importante saber que estamos seguindo a corrente do Seu plano. Então podemos ter a alegre certeza de que Sua graça irá nos sustentar e capacitar.

Fonte: http://www.apaz.com.br/

26 de mar de 2016

Gotas de Orvalho...

Se realmente conhecemos a Cristo como nosso Salvador, nosso coração é quebrantado, não pode ser duro, e não podemos negar o perdão.
(Martyn Lloyd-Jones)

24 de mar de 2016

O justo...

O justo florescerá como a palmeira; crescerá como o cedro no Líbano.
Os que estão plantados na casa do Senhor florescerão nos átrios do nosso Deus.
Na velhice ainda darão frutos; serão viçosos e vigorosos,
Para anunciar que o Senhor é reto. Ele é a minha rocha e nele não há injustiça.

Salmos 92:12-15


Testemunha Gentil...

"Por meio do Espírito Santo, nossas palavras e nosso testemunho podem ter o poder de fazer uma diferença eterna nas vidas dos outros."


Fonte: http://paodiario.org/2016/03/24/testemunha-gentil-2/



21 de mar de 2016

Ainda trabalhando...

…Muito bem, servo bom e fiel… —Mateus 25:23
Vivian e Donaldo têm cerca de 95 anos e estão casados há mais de 70 anos. Recentemente, Vivian sofreu um revés ao fraturar o quadril. Isso foi ainda mais difícil porque, há vários anos, Donaldo e Vivian têm se entristecido por perceberem que já não têm forças suficientes para se manterem ativos na obra de sua igreja.
Mas, eles ainda se dedicam bastante à obra do Senhor, atuando como intercessores. Embora nem sempre possam estar fisicamente presentes e visíveis nas atividades de sua igreja, eles são fiéis em servir a Deus “nos bastidores”.
A parábola dos talentos, no livro de Mateus 25, nos lembra de que precisamos usar com sabedoria os “talentos” que Deus nos deu. Todos nós temos diferentes níveis de habilidades e capacidades dadas por Ele — não devemos enterrar, sem uso, o que o Senhor nos deu.
Deus não nos usará somente em nossos anos de vitalidade, mas tamb
ém em nossa idade avançada. O casal continua a servir orando. E, como eles, nós honramos ao nosso Salvador usando as nossas habilidades — “…cada um segundo a sua própria capacidade…” (v.15) para servir àquele que é digno.
Deus pode usá-lo em qualquer idade — se você se dispuser.

19 de mar de 2016

5 coisas que sua esposa precisa muito, mas não vai lhe contar...

A sua esposa precisa destas 5 coisas para ser feliz no casamento. Você sabia disso?


  • Num relacionamento é preciso sempre se colocar no lugar do outro. Muitas vezes com a correria do dia a dia podemos deixar passar detalhes que num relacionamento são essenciais para a união e estabilidade do casal.
    Tem coisas que não precisam ser ditas nem pedidas e essas podem ser as 5 coisas que a sua esposa precisa muito de você, mas não lhe conta.
  • 1. Ela precisa de um marido em quem ela confie

    Se ela desconfiar de você não pense que ela vai lhe perguntar, ela provavelmente vai guardar e tentar descobrir por ela mesma. Então não deixe as coisas chegarem a esse ponto. Seja honesto e se abra com ela, conte a ela sobre os seus medos e o que está acontecendo em todos os aspectos da sua vida. Ela espera que possa confiar em você em todos os sentidos.
  • 2. Ela quer que você a conheça

    Você conhece a sua esposa, claro, por isso que casou com ela. Mas será que você conhece os seus interesses e sabe do que ela realmente precisa? As pessoas mudam com o tempo e é impossível conhecer alguém por completo. Então faça uma meta de tentar sempre conhecer um pouco mais sobre a sua esposa a cada dia. Ela precisa saber que você a conhece e sabe do que ela precisa.
  • 3. Ela precisa ser ouvida

    Ouvir, conversar e dar atenção para a sua esposa é essencial. Pergunte como foi seu dia, não espere ela voluntariar-se para falar. A sua esposa precisa ser ouvida com atenção. Ela muitas vezes vai falar dos seus problemas, mas ela não quer que você dê a solução, ela apenas quer que você a ouça. A rotina de um casal pode ser bem cansativa e corrida, mas sempre guarde um tempo do seu dia para ouvir a sua esposa.
  • 4. Ela quer que você agradeça

    Agradecer por coisas pequenas pode parecer pouco significativo, mas a sua mulher vai notar se você agradecer pela janta, por ter passado a sua roupa ou arrumado alguma parte da casa. São esforços diários que ela faz para o bem da família e que muitas vezes passam despercebidos.
  • 5. Ela quer que você dê atenção para os filhos e a ajude com as tarefas da casa

    Isso não deve nem ser pedido e é por isso que muitas vezes as esposas não pedem ajuda com os filhos e nem com as tarefas de casa. É dever do homem ajudá-las com essas coisas, afinal, você mora na mesma casa e é pai dos filhos. Então é supernatural ajudá-la nas tarefas.

18 de mar de 2016

Doce fragrância...

http://paodiario.org/2016/03/18/doce-fragr%C3%A2ncia-2/


O doce cheiro da semelhança de Cristo pode ser uma irresistível atração em direção ao Salvador.

Abraços Fernanda Abreu Ferreira.

A CONVERSÃO DE STEPHEN

Sexta-feira 18 Março
Porque, quando meu pai e minha mãe me desampararem, o SENHOR me recolherá
(Salmo 27:10).

A CONVERSÃO DE STEPHEN

Stephen, um pequeno menino Africano, tinha sete anos de idade quando sua mãe o abandonou. Logo passou a viver nas ruas. Ele satisfazia a sua fome com os restos de comida nas latas de lixo dos brancos e dormia debaixo de uma ponte. Na idade de 14 anos, ele se juntou a uma gangue violenta e mais tarde a uma organização marxista que pretendia libertar a terra; deram-lhe a tarefa de promover agitação entre a população de sua cidade.
Nas cercanias da cidade foi colocada uma tenda de uma missão. Armado com bombas de gasolina Stephen, agora com 19 anos de idade, misturou-se com os presentes. O testemunho de uma conversão no início da reunião o impressionou e o obrigou a continuar ouvindo. Ele ouviu sobre o pecado e o que ele pode levar a fazer, por exemplo, violência e seu consequente fim. Stephen ficou perplexo. Ele pensou que o pregador estava falando com ele pessoalmente. Como ele sabia sobre sua vida?
Então Stephen ouviu sobre a graça salvadora de Deus. No final, ele tinha se esquecido do motivo pelo qual tinha vindo. Ele foi até o pregador e contou-lhe a história de sua vida. A promessa no versículo de hoje foi lido para ele.
A consciência de Stephen o condenou por seus pecados e o seu coração foi conquistado pelo amor de Deus. Pela primeira vez em sua vida se ajoelhou para orar a Deus. Ele sentiu que Deus o amava e o estava esperando. Então orou: "Meus pais não me querem. Ó Deus, me receba. Eu me arrependo de todo o mal que fiz. Senhor Jesus, perdoa-me e receba-me agora".
Stephen teve a certeza de que Deus o havia perdoado e aceitado. Um jovem perdido entre milhões de africanos havia sido encontrado pelo Senhor Jesus; que lhe deu alívio, paz .

Fonte:http://www.apaz.com.br/todo_dia.html

16 de mar de 2016

A natureza da salvação...

A natureza da salvação de Cristo é deploravelmente deturpada pelos evangelistas de hoje. Eles anunciam um Salvador do inferno em vez de um Salvador do pecado. E é por isso que muitos são fatalmente enganados, pois há multidões que desejam escapar do lago de fogo que não têm nenhum desejo de ficar livres de sua carnalidade e de seu mundanismo.
(A. W. Pink)

15 de mar de 2016

UM FIRME PROPÓSITO...

E Daniel assentou no seu coração não se contaminar com a porção do manjar do rei, nem com o vinho que ele bebia
(Daniel 1:8).

UM FIRME PROPÓSITO

Seguindo as palavras de abertura deste livro profético, podemos imaginar Daniel como um jovem inteligente, de boa aparência, que, embora em cativeiro, estava em uma posição privilegiada. Não seria lógico que ele fizesse todo o possível para manter o favor que desfrutava, fosse qual fosse o preço? Mas Deus estava no controle dos acontecimentos. No versículo 2, lemos que o próprio Deus entregou Jeoaquim, rei de Judá, nas mãos de Nabucodonosor. Como resultado do juízo de Deus sobre o povo apóstata, Jerusalém havia sido destruída, bem como seus muros e seu templo. Como cativo, Daniel colocaria sua vida em risco se se rebelasse contra a ordem do rei.
Mas tais considerações não impediram Daniel de permanecer fiel ao seu Deus. Lemos que ele "assentou no seu coração".
Como é importante para nós tomarmos uma decisão consciente em nosso coração de nos abstermos de qualquer coisa que possa nos contaminar e atrapalhar nossa comunhão com Deus. Isso exige autodisciplina, e podemos pedir a Deus a força necessária para tal.
Daniel não estava sozinho. Entre os presos estavam três outros jovens, Ananias, Misael e Azarias, que também haviam decidido servir a Deus incondicionalmente. Parece que Daniel era o porta-voz deles, pois foi ele quem fez o pedido ao mestre dos eunucos de tal maneira que este o ouviu.
Buscamos servir ao Senhor em um ambiente hostil? É encorajador quando existem outros com o mesmo desejo. Porém, se não tivermos companhia, sigamos no mesmo propósito de amar e servir a Deus, ainda que sejamos os únicos na multidão.

Fonte: A paz.com.br

11 de mar de 2016

A Caneta Silenciosa...

http://paodiario.org/2016/03/11/a-caneta-silenciosa-2/


"Quando quisermos surpreender os outros com a diferença que Cristo faz, pode ser que não seja necessário fazer nada além de conter nossa língua. Os outros com certeza perceberão quando honramos a Deus com o que dizemos — ou não dizemos."


8 de mar de 2016

O FATOR DETERMINANTE

Terça-feira 8 Março
Davi se esforçou no SENHOR, seu Deus
(1 Samuel 30:6).

O FATOR DETERMINANTE

Este versículo deixa muito claro qual foi o fator determinante da vida de Davi: a confiança em Deus, mesmo quando sua fé passava por um período de fraqueza considerável. Davi retrocedeu diante da constante perseguição de Saul e foi para o território dos filisteus, os inimigos do povo de Deus, e esta não foi a primeira vez. Para transmitir credibilidade, Davi achou que tinha de esconder seus verdadeiros sentimentos para com o povo de Deus e tomar uma atitude diante de Aquis, rei de Gate. Mas quando Aquis se convenceu o suficiente para tentar envolvê-lo em uma batalha decisiva contra Israel, sua situação se tornou insustentável.
No entanto, os filisteus estavam céticos e não permitiram que Davi participasse dessa guerra. Então ele retornou com seus guerreiros a Ziclague, cidade de refúgio. O que eles encontram lá? Ziclague havia sido destruída, incendiada por uma hoste de amalequitas. As mulheres e crianças foram levadas, e também seus pertences. Os próprios homens de Davi se voltaram contra ele e queriam apedrejá-lo, pois estavam amargurados em extremo.
Nesta situação Davi se fortaleceu no Senhor, seu Deus. Não estava com medo? Como pode ser visto mais tarde, ele reconheceu que Deus permitira esta situação para fazê-lo buscar força e ajuda no Todo-Poderoso. Através da graça de Deus, eles conseguiram libertar os cativos e recuperar suas posses.
Às vezes, por causa da nossa própria loucura, Deus tem de nos colocar em tribulação para que aprendamos a buscá-Lo. E em Seu amor nos concede a bênção que havíamos perdido por causa de nossa falta de comunhão com Ele.

Fonte: http://www.apaz.com.br/todo_dia.html

5 de mar de 2016

Papai e eu...

Tomou, pois, o Senhor Deus ao homem e o colocou no jardim do Éden para o cultivar e o guardar. —Gênesis 2:15
Certa vez, um amigo passou um dia instalando grandes caminhos de pedra em seu quintal. Quando sua filha de cinco anos implorou para ajudar, ele sugeriu que ela apenas cantasse para incentivá-lo no trabalho. Ela disse não. Ela queria ajudar. Com cuidado, quando não oferecia risco a ela, o pai a deixava colocar as mãos sobre as pedras enquanto ele as movia.
Ele poderia ter assentado as pedras em menos tempo sem ela. Porém, ao fim do dia, ele tinha não só novos caminhos, mas também uma filha explodindo de orgulho. “Eu e o papai fizemos caminhos com pedras”, ela anunciou no jantar daquela noite.
Desde o início, Deus contou com pessoas para levar adiante a Sua obra. Após equipar Adão para cultivar a terra e supervisionar os animais, Deus deixou o trabalho do jardim nas mãos dele (Gênesis 2:15-20).
O padrão tem sido mantido. Quando Deus quis um lugar de moradia na terra, um tabernáculo e um templo. Eles não os fez descer do céu; milhares de artistas e artesãos trabalharam para dar forma às obras (Êxodo 35–38; 1 Reis 6). Quando Jesus proclamou o novo reino de Deus na terra, Ele convidou os seres humanos para ajudarem. Ele disse aos Seus discípulos: “Rogai, pois, ao Senhor da seara que mande trabalhadores para a sua seara” (Mateus 9:38).
Assim como um pai faz com seus filhos, Deus nos acolhe como parceiros do Seu reino.
Deus usa servos humildes para realizar a Sua grande obra.
por Philip Yancey

3 de mar de 2016

Campo de Boaz...

Campo de Boaz...
"Naquele dia, quando estivermos de pé perante o Tribunal de Cristo, serão encontradas duas classes de cristãos: os que conservaram seus direitos como primogênitos e os que perderam esses direitos"
“Venho sem demora; conserva o que tens para que ninguém tome a sua coroa” (Ap 3.11).



1 de mar de 2016

JESUS SACIA SUA SEDE...



Grande fonte...
"Muito maior do que qualquer fonte natural é o refrigério que nos foi oferecido no próprio Cristo. Podemos ser saciados porque somente Jesus, a Água da Vida, pode saciar a nossa sede. Louvado seja Deus, pois Jesus é a fonte que nunca seca."

GOTAS DE ORVALHO...

Gotas de Orvalho...
"Nada que este mundo pode oferecer tem algum poder para livrar os crentes do mal ou para fazer-lhes o bem. A maior soma de dinheiro deste mundo não pode, por si só, curar uma pessoa doente. Ser poderoso ou famoso não pode dar a certeza de que a pessoa é feliz. Poder, fama ou dinheiro não ajudará em tempos de necessidade espiritual.Então, por que os crentes deixariam que essas coisas os afastassem da benção do céu? A verdadeira felicidade não é encontrada em desfrutar as coisas desta vida. A verdadeira felicidade é tão grande e gloriosa que só pode ser encontrada em Deus. Ter conhecimento de Deus é a melhor experiência que qualquer cristão pode adquirir."
(Thomas Brooks)